Flamengo faz experiências, vence e leva a Taça GB, o 11º troféu desde 2019


Vitinho comemora 2º gol do Flamengo
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Três dias antes da segunda partida pela Libertadores, terça-feira, no Rio de Janeiro, contra o Unión La Calera, o Flamengo venceu o Volta Redonda (2 a 1), no Maracanã, fechou a fase de classificação do Campeonato Estadual em primeiro e, consequentemente, conquistou a Taça Guanabara. O técnico Rogério Ceni fez experiências, como a escalação de Pedro e Gabigol titulares, aproveitando o duelo com o, até então, time de melhor campanha. Foram poupados Isla, Filipe Luís, Diego, Arrascaeta, Bruno Henrique e Everton Ribeiro. Os quatro últimos entraram na parte final do cotejo.

O primeiro gol do Flamengo reuniu dois jogadores que costumeiramente são muito criticados por boa parte da torcida rubro-negra, Gustavo Henrique, deu a assistência para Michael marcar. O atacante chutou e o goleiro Andrey falhou: 1 a 0. Já as duas boas finalizações do Voltaço na primeira etapa nasceram de bolas perdidas por Gérson, perto da área, e Willian Arão, atuando no meio-campo, este na altura do grande círculo.

Desta segunda situação surgiu o escanteio e o gol de empate, com Bruno Barra. O goleiro Diego Alves não tem saído do gol para interceptar determinados cruzamentos, o que se repetiu no tento do Voltaço, que chegou ao 1 a 1, resultado que interessava ao Fluminense. Um empate no sábado daria aos tricolores a chance de conquistar a Taça Guanabara vencendo o Madureira na manhã de domingo.

No segundo tempo, o bonito gol de Vitinho, outro muitas vezes criticado pela torcida, e que fez boa partida, garantiu a vitória e o troféu ao Flamengo. Foi o 11º conquistado pelo clube desde 2019. Agora são duas Taças Guanabara, uma Taça Rio, dois Estaduais, duas Supercopas, uma Recopa, dois Brasileiros e uma Libertadores. Dois foram ganhos por Abel Braga, três por Rogério Ceni e seis com Jorge Jesus.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.